• quarta-feira , 1 abril 2020

IPE Saúde amplia dinheiro a hospitais e vai contratar 136 profissionais

IPE Saúde soma mais de 1 milhão de segurados no Rio Grande do Sul

IPE Saúde soma mais de 1 milhão de segurados no Rio Grande do Sul

CLAUDIO FACHEL/ARQUIVO/JC

Patrícia Comunello
O governo gaúcho anunciou medidas para o IPE Saúde, que soma mais de 1 milhão de segurados basicamente do setor público estadual, dentro das ações de combate e prevenção ao coronavírus. Três frentes fazem parte das medidas informadas em live pelo Facebook do governador Eduardo Leite na manhã desta sexta-feira (20).
O governo vai ampliar repasses de recursos para custear atendimento da rede credenciada ao IPE Saúde. Serão R$ 90 milhões a mais somente em abril, diz Leite. Até abril seriam repassados R$ 740 milhões. Com o reforço de verbas, o valor chegará a R$ 835 milhões.
“Vamos executar em abril o maior pagamento a hospitais na história”, pontuou o governador. De uma média mensal de repasses de R$ 185 milhões, até março, o valor médio subirá a R$ 215 milhões. Em abril serão R$ 250 milhões.
A prioridade dos repasses serão os hospitais “que vão ter muita demanda”. “A meta é reduzir o tempo de espera de pagamento de faturas”, destacou Leite.
O governo vai enviar na semana que vem à Assembleia Legislativa projeto de lei pedindo autorização para abrir 136 vagas para contratação de pessoal.
Em outra frente das medidas, foram adiados procedimentos como a prova de vida, perícias e comprovação de dependentes que teriam de ir pessoalmente aos postos do IPE. A renovação de segurados dependentes será feita a partir de junho. As perícias serão feitas por documentos e usando o meio on-line.
“Tudo para evitar deslocamento”, justificou o governador. O instituto também já havia anunciado a cobertura de exames da Covid-19.
Também vai enviar projeto de lei à Assembleia Legislativa para reestruturação com contratação de novos profissionais.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil

Relacionados