• terça-feira , 25 fevereiro 2020

UG entra com ADI contra LC 15.429/19 via escritório Ayres Britto

 

A União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública com suas 25 entidades que a compõe, juntamente com o Cpers/Sindicato,  ingressam com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) em face da Lei Complementar 15.429/2019, que instituiu novas alíquotas previdenciárias para servidores civis ativos, inativos e pensionistas, via o escritório Ayres Britto, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal. A ADI ingressa no início da próxima semana (10/02).

São signatários na ADI, a Ajuris, Adpergs, Afisvec, AMPRS, ASJ, Asdep e Sindifisco, além do CPERS, que se soma as entidades da UG.

Assessoria de Imprensa da UG

Gilvânia Banker

(51) 99106-0334 

GE7 Produtora & Comunicação Ltda.

Relacionados