• quarta-feira , 23 outubro 2019

MP ingressa com ação contra venda de imóveis do IPE

 

DSC05351O Ministério Público (MP) acaba de ingressar com ação civil pública contra o Governo do Estado do Rio Grande do Sul pleiteando a interrupção do processo de transferência dos imóveis pertencentes ao Instituto de Previdência do Estado do RS (IPE) para o Poder Executivo. A ação foi protocolada pela promotora de Justiça Miriam Balestro Floriano na 7ª Vara da Fazenda Pública, em Porto Alegre (RS), na noite de sexta-feira (26/07) e referenda o requerimento encaminhado pelo então presidente do Conselho Deliberativo do Instituto, Luís Fernando Alves da Silva, ainda em 2017.
Na época, conta Silva, o colegiado denunciou a irregularidade do processo de tentativa de venda de dois imóveis do IPE, uma vez que retira ativos do instituto e, consequentemente, prejudica seus segurados em favor do Tesouro do Estado. “Depois de dois anos de investigação, o MP reconheceu nosso pedido e acaba de ingressar com a ação. Nossa expectativa é obter liminar para interromper os processos de tentativa de venda em andamento e evitar a dilapidação do patrimônio do instituto, que precisa desses recursos para seguir prestando um serviço de qualidade aos seus segurados”, pontuou o dirigente que foi desligado do cargo uma vez que o Conselho Deliberativo foi extinto. Atualmente, Alves da Silva  é vice-presidente da Associação dos Servidores da Justiça do RS (ASJ) e integrante do Conselho de Administração do IPE PREV, representando a União Gaúcha em Defesa Social e Pública.
DSC05352Na tarde desta segunda-feira (29/07), Alves da Silva se reuniu com a direção do Cpers para tratar do tema e definir estratégias de acompanhamento da ação.

Fonte: ASJ

Foto: Vitorya Paulo

Relacionados