• segunda-feira , 22 abril 2019

IPE-Prev e IPE-Saúde estão no foco de atenção dos conselheiros da União Gaúcha

 

1102Após recesso da União Gaúcha, a primeira reunião ordinária de 2019 aconteceu nesta segunda-feira (11). Assuntos sobre o IPE-Saúde, IPE-Prev, eleições nas autarquias e Reforma da Previdência deram o tom das discussões do ano.
As eleições do IPE-Prev estão previstas para o dia 25 de fevereiro e cada entidade tem direito a apenas dois votos, para cada um dos conselhos: fiscal e de administração. A explicação foi dada pela relatora da pauta, Cristina Oliveira, da Associação do Ministério Público, indicada pela União Gaúcha para compor a Comissão Eleitoral, representando a entidade. A UG já tem seus candidatos aos dois conselhos, todos já documentados e aceitos pela autarquia. A ideia é que cada entidade possa votar direto na União Gaúcha, na sede da Ajuris (Rua Celeste Gobato, 81). Maiores informações serão fornecidas mais adiante.
O diretor de Investimentos do IPE-Prev, Ari Lovera, abordou a falta de pessoal que implica na qualidade de atendimento do IPE. Lovera falou da Portaria Conjunta nº10, divulgada em 28 de janeiro de 2019, que trata sobre o atendimento aos beneficiários do IPE Prev e IPE Saúde na sede das autarquias, em Porto Alegre. O documento prevê a implantação de um terminal de autoatendimento, no andar térreo, onde será disponibilizado computadores com acesso à internet e impressoras, possibilitando aos beneficiários acessar e executar os serviços digitais. Lovera falou da necessidade urgente de pessoal especializado também nas áreas mais técnicas da Previdência.

IPE-Saúde
O fechamento agência de Caxias do Sul, noticiado pelos meios de comunicação durante a semana, também entrou na pauta. A diretora Kátia Moraes relatou a problemática e anunciou a mudança de endereço da sede, cedida pela FGTAS.

Reforma da Previdência
O presidente do Sindifisco RS, Celso Malhani, abordou a conjuntura atual sobre a Reforma da Previdência e demonstrou preocupação com a determinação do governo federal em aprovar, ainda neste ano, as mudanças nas regras previdenciárias.

O presidente da União Gaúcha, Cláudio Martinewski solicitou a participação de todos nas mobilizações das frentes sindicais contra a reforma. No dia 14 de fevereiro, às 18h, haverá um ato na Esquina Democrática. E, no dia 15 de fevereiro, lideranças da Frente Gaúcha em Defesa da Previdência, reúnem-se, às 9h30, na sede do Sindifisco RS (Rua Uruguai, 277/13º) para tratar de ações em conjunto.

Veja abaixo edital dos candidatos:

editaleleicoesipe

Relacionados