• sábado , 17 novembro 2018

União Gaúcha avança em pesquisas sobre os imóveis do IPERGS

 

44938687_2189920554558492_5224376868571971584_nO destino do patrimônio do Instituto de Previdência do Estado preocupa os integrantes da União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública. A fim de alcançar uma solução para este problema, representantes da entidade avançam em um estudo para buscar a origem de alguns prédios em nome do IPERGS em que o governo do Estado deverá dispor para vendas e permutas. A entidade irá tomar todas as medidas cabíveis para que não haja nenhum prejuízo ao Instituto com a venda dos seu patrimônio.

Na segunda-feira (29), antes da reunião semanal do Conselho, a equipe da UG se reuniu com o ex-governador do Estado, Jair Soares, na sede da Ajuris, e solicitou ajuda do ex-governador na busca histórica desses bens. Participaram dessa reunião a secretária-geral da UG, Juliana Lavigne (Adpergs), diretora financeira, Kátia Moraes (Sinapers) e o presidente e vice-presidente da ASJ/RS, Paulo Olympio e Luiz Fernando Alves da Silva, respectivamente. “O ex-governador se mostrou disponível a colaborar e fazer essa reconstrução histórica, a fim de mostrar que esses imóveis são patrimônio do IPE e não do Estado”, comentou Juliana Lavigne, que coordenou a mesa, na ausência do presidente Cláudio Martinewski e do vice, Ives Lucas.

O IPE, de acordo com estudos, é dono de 265 imóveis em todo o território gaúcho. O que as entidades temem é que a entidade perca o seu patrimônio na venda desses imóveis e não receba nenhum benefício dessas negociações.

A União Gaúcha já recorreu ao Ministério Público e na reunião do Conselho desta segunda-feira, o tema ganhou ênfase entre os membros que concordam em preservar o IPE. Juliana Lavigne e Luiz Fernando Alves da Silva, relataram as reuniões com o MP e os avanços que estão sendo realizados.

Assessoria de Imprensa da UG

(51) 991060334 – Gilvânia Banker

Relacionados