• quinta-feira , 23 novembro 2017

IPERGS será divido em IPE-Saúde e IPE-Previdência

20842062_1934134776803739_4292423156853712398_n

O governo do Estado está encaminhando à Assembleia Legislativa propostas para remodelação do Instituto de Previdência do Estado (IPE). Os projetos estão alinhados ao Plano de Modernização do Estado e buscam maior eficiência no atendimento aos beneficiários do Instituto. O principal objetivo é profissionalizar a gestão, para qualificar e fortalecer tanto a previdência como a assistência à saúde para os servidores estaduais e seus dependentes.

O IPE será dividido em duas autarquias independentes, com gestões especializadas para atender com excelência cada segmento. O IPE Prev se consolidará como gestor único do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) e terá como foco a previdência dos servidores estaduais. Desta forma, promoverá a uniformidade de critérios na concessão de benefícios. Além disso, contemplará uma importante reivindicação de tratamento igualitário aos cônjuges e companheiros como dependentes previdenciários para fins de pensão.

Para a área da saúde, será criada uma nova autarquia, chamada IPE Saúde, destinada exclusivamente à assistência à saúde aos beneficiários. Essa profissionalização na gestão possibilitará melhorias administrativas e maior agilidade nas tomadas de decisões, permitindo a inclusão de novos procedimentos e especialidades médicas.

A relação com os prestadores de serviços será fortalecida com a possibilidade de um novo sistema de remuneração, readequando os valores e valorizando o vínculo do IPE com a rede credenciada. O IPE Saúde também dedicará esforços à promoção e à prevenção em saúde para os servidores e seus dependentes. Assim, contribuirá para a melhora na qualidade de vida dos servidores públicos.

O Projeto Especialização do IPE – Mudar para Atender Melhor trará reflexos positivos na capacidade de investimentos em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança. As despesas administrativas e de pessoal referentes ao funcionamento do Instituto de Saúde serão suportadas pelo Fundo de Assistência em Saúde (FAS).

A mudança simboliza o comprometimento do governo do Estado com o servidor público e a responsabilidade de qualificar os serviços para oferecer melhor atendimento no cuidado com a saúde e garantir um futuro seguro e equilibrado à área da previdência.

 

com Assessoria de Comunicação Social/Secom

Relacionados