• quinta-feira , 23 novembro 2017

Ato contra reforma da Previdência une entidades

28-4-mobilizacao55 28-4-mobilizacao37

Em uma mobilização que reuniu centenas de pessoas, na sexta-feira, dia 24/04, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na Av. Praia de Belas, uniu dezenas de entidades. O ato foi mobilizado pela União Gaúcha e Frentas-RS.  O grupo fechou as duas vias da Avenida Praia Belas por alguns momentos. Uma faixa da UG, nos portões do TRT, deixava clara a mensagem do grupo: Contra o desmonte da previdência e dos direitos trabalhistas

A luta em defesa da previdência social e pública é a razão da existência da União Gaúcha, que, em 2002, por iniciativa do ex-presidente da Ajuris, José Aquino Flôres de Camargo, criou a entidade que hoje congrega 28 associações e sindicatos representativos dos servidores públicos estaduais. O tema da reforma da Previdência já era pauta de mobilizações das entidades na época.

O presidente da  União Gaúcha e da Ajuris, Gilberto Schäfer, afirmou que a  Magistratura do RS e as entidades da União Gaúcha, há muito tempo denunciam que a reforma proposta na PEC 287 pretende criar um sistema previdenciário injusto. “Nós precisamos de um sistema que tutele, que proteja, e não de um sistema que esteja à serviço unicamente do capital financeiro”, frisou.

Para Schäfer, uma reforma constitucional precisa de um amplo debate público e de legitimidade. “Nós queremos a base da Constituição de 88, que é construir uma sociedade livre, justa e solidária. A luta é nossa!”, finalizou Schäfer.

Assista íntegra da manifestação do presidente no nosso face: https://www.facebook.com/uniaogauchaUG/videos/1880579575492593/

Durante o ato, representantes das mais de 30 entidades que integram a mobilização repudiaram as reformas previdenciária e trabalhista propostas pelo Governo Federal e apontaram o impacto na vida da população, caso a proposta seja aprovada.

Relacionados